Principios da Administração - Parte V

Your comment You are on administração Edit posts?
O homem é vadio, negligente e preguiçoso


A partir de hoje, iremos tratar especificamente da TGA (Teoria Geral da administração), que ao longo do século XX foi sendo desenvolvida e aperfeiçoada, através das teorias administrativas. Ao longo das  próximas semanas iremos tratar das principais teorias. Hoje, iremos começar falar especialmente da Abordagem clássica da administração.

Dentro da abordagem clássica se destacam duas teorias: Administração científica e teoria clássica

A origem da Abordagem Clássica está na revolução industrial. O crescimento acelerado e  desorganizado das empresas exigiu uma substituição do empirismo e do improviso, além da necessidade de aumentar a eficiência e  competência das organizações para obter melhor rendimento possível dos seus recursos.


Administração Cientifica
“Existe uma maneira certa que, descoberta e adotada maximizará a eficiência do trabalho. E a forma de descobri-la é analisar o trabalho em suas diferentes fases”

O grande nome dessa teoria é W. F. Taylor, nascido nos EUA, ele é tido como o fundador da administração científica. Pode-se dividir as descobertas de Taylor em duas grandes fases, as quais não iremos especificar aqui. Sua experiência se desenvolveu junto com os operários, o que faz com que essa teoria seja voltada totalmente para as tarefas. Preocupou-se exclusivamente com as técnicas de racionalização do trabalho do operário através do estudo dos tempos e movimentos . Começou por baixo, com um  trabalho de análise das tarefas de cada operário, dividindo seus movimentos e os processos do trabalho.
Para Taylor, o operário não tem capacidade, nem formação, nem meios para analisar o seu trabalho e estabelecer o melhor método. Taylor porpõe com a  Administração Cientifica que ocorra uma separação de responsabilidades: os administradores devem planejar e supervisionar e o trabalhador deve apenas executar a tarefa, uma vez que o homem só trabalha por dinheiro e não quer (nem pode) pensar, daí vem a ideia do homem para o pensador: "O homem é vadio, negligente e preguiçoso. Ele só trabalha pelo dinheiro".

Muito da administração atual se deve a Taylor (apesar das criticas a sua teoria) e não é dificil hoje em dia encontrar uma empresa Taylorista. Podemos destacar como contribuições da teoria:
  • Estudo dos tempos e movimentos
  • Divisão de tarefas
  • Estudo da fadiga humana
  • Padronização
As criticas à teoria também não foram poucas:
  • Visão mecanicista do homem (teoria da maquina: o homem é apenas uma parte integrante do sistema fechado que é a empresa e que eu posso alocado onde e como eu quiser)
  • Super-especialização e alienação do empregado
  • Sistema Fechado
  • Abordagem incompleta da organização
  • Ausência de experimentos práticos.

Um dos nomes que se destaca dos seguidores de Taylor, é Henry Ford, fundador da empresa automobilística Ford (o que é obvio), a grande contribuição de Ford foi a ideia de linha de montagem e a integração horizontal e vertical.

O vídeo abaixo de "tempos modernos" retrata muito bem a ideia taylorista do empregado. Vale a pena conferir:





PS.: Essa parte das teorias, ainda mais que as outras está em uma abordagem muito superficial, até pela complexidade que o tema exige. Portanto, esse material é feito em forma de resumo para revisão (É quase impossivel abordar todos os tópicos das teorias). Caso você fique com alguma duvida, ou ache algo importante que não foi citado, não deixe de escrever para nós. Estamos a disposição a todo momento.

Até mais!
« Previous
 
Next »
 

1 comentários:

Anônimo | 19 de abril de 2011 21:24 ¿Responder? |

Muito bom Kamila, e esse vídeo com Charlie Chaplin é perfeito para mostrar o lado das críticas que essa teoria recebeu.
muito bom!
bjs
tacyara :)

Your comment / Principios da Administração - Parte V